MZUSP - Museu de Zoologia da USP
15.29.18 - Ensino e formação

Defesa da tese da pós-graduanda Verônica de Barros Slobodian Motta

No próximo dia 26 de janeiro, sexta-feira, às 13h, no  Auditório do Museu de Zoologia da USP (Av. Nazaré, 481, Ipiranga, São Paulo/ SP), haverá a defesa da tese da aluna Verônica de Barros Slobodian Motta, orientada pelo Prof. Dr. Mário Cesar Cardoso de Pinna, do curso de doutorado do Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do MZUSP.

Título: “Taxonomic revision of Pimelodella Eigenmann & Eigenmann, 1888 (Siluriformes: Heptapteridae): an integrative proposal to delimit species using a multidisciplinary strategy”.

Resumo: A pesquisa taxonômica primária ainda apresenta pouca integração entre as ferramentas morfológicas e moleculares para o estudo de peixes neotropicais, apesar de grandes avanços recentes em ambos os campos. Tais ferramentas, se usadas de maneira integrativa, poderiam solucionar grupos reconhecidos por representarem problemas taxonômicos renitentes. O gênero Pimelodella Eigenmann & Eigenmann, 1888 se enquadra como um ótimo caso para a aplicação de uma estratégia integrativa e multidisciplinar. Pimelodella é um gênero da família Heptapteridae, distribuído amplamente por drenagens sul-americanas trans- e cis-andinas e compreende um dos principais componentes da ictiofauna neotropical. Atualmente é reconhecido como o maior gênero da família, com 79 espécies válidas descritas. Entretanto, a validade e delimitação dessas espécies é problemática, devido à elevada diversidade do gênero, aliada à ampla distribuição, morfologia conservada e descrições antigas e imprecisas. Trata-se de um dos grandes gargalos taxonômicos na sistemática e taxonomia de peixes neotropicais. Este projeto apresenta uma revisão taxonômica de Pimelodella utilizando uma abordagem integrativa morfológica-molecular. A revisão taxonômica clássica cobre a integridade da diversidade do gênero, com todos os componentes deste tipo de estudo. Todos os tipos foram examinados, e o número de espécies validas é aqui reduzido para 55 espécies, para as quais descrições completas são apresentadas. A parte molecular foi realizada em um subgrupo delimitado, com diversidade suficiente para que as estimativas de divergência molecular pudessem ser comparadas aos resultados da revisão morfológica, fornecendo um modelo de avaliação para o restante da revisão.

Palavras-chave: Taxonomia integrativa. Ictiofauna Neotropical. Anatomia Comparada. Árvores de espécies.

P_lateristriga_comp_plate (1)