MZUSP - Museu de Zoologia da USP
3.24.17 - Ensino e formação

Edital do Processo Seletivo para ingresso na pós-graduação no segundo semestre de 2017

Publicado, no DOE de 03 de maio de 2017, o edital de ingresso na pós-graduação do Programa de Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade como segue:

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
MUSEU DE ZOOLOGIA
PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMÁTICA, TAXONOMIA ANIMAL E BIODIVERSIDADE

Edital para ingresso no segundo semestre de 2017

Entre os dias 04/05/2017 e 02/06/2017 serão aceitas as inscrições para o processo seletivo de ingresso aos cursos de Mestrado e Doutorado do Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo (MZUSP).

As inscrições devem ser realizadas junto ao Serviço de Apoio Acadêmico, situado na Avenida Nazaré, no 481, Ipiranga, São Paulo.

O Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas (Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade) possui conceito 4 na CAPES e está oferecendo 11 vagas para o Mestrado e 9 vagas para o Doutorado.

I. Dos candidatos aptos a se inscreverem para o processo seletivo
Os candidatos ao curso de Doutorado devem possuir diploma ou ata de defesa de Mestrado, ou ainda documento oficial da Instituição de Ensino Superior (IES) atestando que a defesa de Mestrado ocorrerá até a data-limite da matrícula no Programa de Pós-Graduação do MZUSP. Os candidatos ao curso de Mestrado ou Doutorado direto devem possuir diploma de curso de graduação realizado em IES, ou ainda documento oficial da IES atestando que a colação de grau ocorrerá até a data-limite da matrícula no Programa de Pós-Graduação do MZUSP.

II. Da Inscrição e Documentação

Os pedidos de inscrição para Mestrado deverão ser acompanhados de:
a) ficha de inscrição devidamente preenchida, disponível em www.mz.usp.br/ficha, e cópia simples dos itens b-g:
b) carteira de identidade e do CPF para brasileiros ou naturalizados brasileiros;
c) passaporte, para estrangeiros;
d) currículo Lattes;
e) diploma de Graduação (frente e verso) ou documento equivalente comprovando a obtenção do título até a data-limite da matrícula no Programa;
f) histórico escolar do curso de graduação;
g) prova de estar em dia com as obrigações militares e eleitorais, para candidatos brasileiros;
h) duas fotografias recentes em formato 3×4 cm;
i) carta de aceite de orientador credenciado no Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do MZUSP;
j) projeto de pesquisa incluindo: introdução, justificativa, objetivos, material e métodos, cronograma e referências bibliográficas. O projeto de pesquisa deverá ser apresentado em 4 vias impressas, ocupando no máximo 10 páginas (excetuando-se página de rosto, referências bibliográficas e anexos, estes últimos limitados a figuras e tabelas). O espaçamento do texto deve ser de 1,5, as margens de 2,5 cm e a fonte Times New Roman tamanho 12, com espaçamento padrão entre os caracteres. Serão aceitos projetos de pesquisa redigidos em português, inglês ou espanhol;
k) comprovante de depósito da taxa de inscrição (ver item IV).

Os pedidos de inscrição para Doutorado deverão ser acompanhados de:
a) ficha de inscrição devidamente preenchida, disponível em www.mz.usp.br/ficha, e cópia simples dos itens b-i:
b) carteira de identidade e do CPF para brasileiros ou naturalizados brasileiros;
c) passaporte, para estrangeiros;
d) currículo lattes;
e) diploma de Graduação (frente e verso) ou documento equivalente;
f) diploma de Curso de Mestrado reconhecido pela CAPES ou documento equivalente, comprovando defesa da dissertação até a data-limite da matrícula no Programa;
g) histórico escolar do Curso de Pós-Graduação;
h) trabalhos publicados, aceitos ou no prelo em periódico especializado na área de atuação do candidato. O candidato ao Doutorado deverá possuir pelo menos um trabalho que se enquadre nas categorias acima;
i) prova de estar em dia com as obrigações militares e eleitorais, para candidatos brasileiros;
j) duas fotografias recentes em formato 3×4 cm;
k) carta de aceite de orientador credenciado no Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do MZUSP;
l) projeto de pesquisa incluindo: introdução, justificativa, objetivos, material e métodos, cronograma e referências bibliográficas. O projeto de pesquisa deverá ser apresentado em 4 vias impressas, ocupando no máximo 10 páginas (excetuando-se página de rosto, referências
bibliográficas e anexos, estes últimos limitados a figuras e tabelas). O espaçamento do texto deve ser de 1,5, as margens de 2,5 cm e a fonte Times New Roman tamanho 12, com espaçamento padrão entre os caracteres. Serão aceitos projetos de pesquisa redigidos em português, inglês ou espanhol;
m) comprovante de depósito da taxa de inscrição (ver item IV).
Os pedidos de inscrição para seleção ao ingresso no Doutorado direto deverão ser acompanhados de toda a documentação descrita para os candidatos a Doutorado, com exceção do item “f”. O item “f” deverá ser substituído pelo Histórico Escolar do Curso de Graduação do candidato.

III. Opção de vaga

O candidato concorrerá apenas à vaga pela qual optou no momento da inscrição.

IV. Local, horário, forma e taxa de Inscrição

As inscrições serão feitas no Serviço de Apoio Acadêmico do MZUSP, situado na Avenida Nazaré, no 481, Ipiranga, São Paulo, SP, entre os dias 04 de maio e 02 de junho de 2017. O Serviço de Apoio Acadêmico receberá as inscrições nos dias úteis de segunda à sexta feira, exceto nos dias de feriado ou ponto facultativo previsto na Universidade de São Paulo. Serão também aceitas inscrições enviadas por SEDEX ou outro serviço de entrega expressa desde que recebidas até as 17 horas do dia 02 de junho de 2017. O programa não se responsabiliza por extravios ou atrasos na entrega das inscrições pelos serviços postais ou de entrega expressa. No ato de inscrição, os candidatos deverão entregar no Serviço de Apoio Acadêmico do MZUSP o comprovante de depósito da taxa de inscrição de R$ 105,00 (cento e cinco reais). Este depósito deverá ser feito na conta corrente do Banco do Brasil (001), agência 6809-8, conta corrente 130200-0, em nome do Fundo de Pesquisas do Museu de Zoologia.

O Serviço de Apoio Acadêmico é responsável pela conferência de toda a documentação no ato da entrega/recebimento. Os pedidos de inscrição só serão admitidos com a entrega de todos os documentos solicitados, não sendo permitida a entrega de eventuais documentos faltantes em momento posterior.

V. Da homologação das inscrições e da devolução de documentação

Findo o prazo de inscrição, a documentação será encaminhada para a Comissão de Seleção, para a sua homologação. A relação das inscrições homologadas será divulgada até 08 de
junho de 2017 e estará disponível para consulta no Serviço Acadêmico do MZUSP e na página do programa www.mz.usp.br/inscritos. Os candidatos também serão avisados através de correio eletrônico.
A documentação dos candidatos que não tiveram as suas inscrições homologadas ou que não foram aprovados no processo seletivo poderá ser retirada no Serviço de Apoio Acadêmico até 60 dias após o término dos exames. Todo o material que não for retirado até o período limite será descartado.

VI. Da proficiência em língua inglesa

Todos os candidatos deverão apresentar comprovação de Proficiência em Língua Inglesa no momento da matrícula. A comprovação poderá ser efetuada de três formas:
a) Por aprovação em exame de inglês aplicado pela Comissão de Seleção, com inscrição simultânea à inscrição no processo seletivo.
b) Por apresentação de um dos certificados abaixo discriminados, com pontuação mínima indicada entre parênteses, com data de até dois anos anteriores ao dia da inscrição no processo seletivo:
Mestrado: TOEFL (iBT) (62), TOEFL (Computer-based) (190), TOEFL (Paperbased) (500), TOEFL ITP (450), TOEIC (600), IELTS (5,0), ESLAT (5,0).
Doutorado: TOEFL (iBT) (82), TOEFL (Computer-based) (215), TOEFL (Paperbased) (550), TOEFL ITP (500), TOEIC (700), IELTS (6,0), ESLAT (6,0).
c) Por comprovação de que o idioma nativo do candidato seja o inglês.

VII. Da realização do processo seletivo

Todo o processo seletivo será realizado no MZUSP, conforme calendário abaixo. Apenas candidatos que tiverem a sua inscrição homologada poderão participar do exame. A prova de conteúdo específico será na forma dissertativa. A mesma será elaborada em português, e pode ser respondida em português, inglês ou espanhol. Todas as provas terão a duração máxima de quatro horas.

Calendário:

a) Prova de conteúdo específico – dia 19/06/2017 às 14 horas.
b) Prova de inglês: Mestrado – tradução escrita de texto do inglês para o português ou espanhol. Doutorado – tradução escrita de um texto do inglês para o português ou espanhol e
de um segundo texto do português ou espanhol para o inglês. É permitida a consulta a dicionário impresso – dia 20/06/2017 às 14 horas.
c) Arguição sobre o projeto – dia 21/06/2017, a partir das 14 horas, conforme quadro de horário a ser divulgado em 20/06/2017, antes do início da prova de inglês.
Candidatos residentes no exterior ou em localidades fora do Estado de São Paulo deverão contatar o Serviço de Apoio Acadêmico no ato da inscrição para verificar a possibilidade de aplicação das provas em local alternativo ao MZUSP.

VIII. Da Prova de Conhecimentos Específicos

O programa da prova abrange os seguintes tópicos:
1- Diversidade biológica e Sistemática. Definição de biodiversidade. Estimativas dos números de espécies e grupos de seres vivos na terra. Critérios para quantificação de biodiversidade.
2- Grandes grupos de seres vivos, suas relações filogenéticas, estrutura e diversidade básicas.
3- Conceitos de indivíduo, população, raça, espécie e grupos superiores.
4- Caracteres; homologias e analogias. Plesiomorfias, apomorfias e homoplasias. Tipos de semelhanças e grupos mono-, para- e polifiléticos.
5- Dados morfológicos e moleculares. Níveis de universalidade. Dendrogramas. Cladogramas. Árvores enraizadas e não-enraizadas. Princípio da Parcimônia em reconstrução fillogenética.
6- História das classificações biológicas. Escolas de classificação: Tradicional, Evolutiva, Filogenética e Fenética. Objetivos e metodologia de cada Escola.
7- Nomenclatura biológica. Objetivos. Categorias Taxonômicas. Os códigos internacionais de nomenclatura biológica. O ‘phylocode’.
8- Identificação. Elaboração e utilização de chaves de identificação. Importância dos museus, herbários e coleções biológicas.
9- História da Biogeografia. Biogeografia Descritiva. Biogeografia Interpretativa: Histórica e Ecológica.
10- Biotas e áreas de endemismo. Áreas de distribuição. Centros de origem, dispersão e vicariância.
11- Principais Escolas de Biogeografia Histórica: Evolutiva, Filogenética, Pan-Biogeografia e Vicariância.
12- Relações entre Sistemática, Evolução, Ecologia e Biogeografia.
13- Microevolução e macroevolução.
14- Utilização de filogenias como teste de hipóteses em diferentes áreas da biologia e como instrumentos norteadores do pensamento evolutivo.

Bibliografia sugerida:

Brusca R.C. & Brusca G.J. 2007. Invertebrados. 2a. edição. Rio de Janeiro: Editora Guanabara-Koogan,
Cracraft J. & Donoghue M. 2004. Assembling the Tree of Life. Oxford: Oxford University Press.
Felsenstein J. 2004. Inferring Phylogenies. Sunderland, MA: Sinauer Associates, Inc.
Hillis D.M., Moritz C. & Mable B. 1996. Molecular Systematics. Sunderland, MA: Sinauer Associates, Inc.
Humphries C.J. & Parenti L.R. 1999. Cladistic Biogeography: interpreting patterns of plant and animal distributions. 2nd edition. Oxford: Oxford University Press.
Matioli S.R. 2001. Biologia Molecular e Evolução. Ribeirão Preto: Editora Holos.
Nielsen C. 1995. Animal Evolution. Oxford: Oxford University Press.
Papavero N. (Ed.) 1994. Fundamentos práticos de taxonomia zoológica. São Paulo: Editora UNESP.
Pough F.H, Heiser J.B. & McFarland W.N. 1996. Vertebrate life. 4th edition. Upper Saddle River, N.J.: Prentice Hall.
Ruppert E.E., Fox R.S. & Barnes R.D. 2005. Zoologia dos Invertebrados. 7a. edição. São Paulo: Editora Roca.
Schuh R.T. & Brower A.V.Z. 2009. Biological Systematics: Principles and Applications. 2nd edition. Ithaca: Cornell University Press.
Wilson E.O. 1992. The Diversity of Life. Boston: Belknap Press of Harvard University Press.

IX. Da avaliação

O processo seletivo será conduzido pela Comissão de Seleção, que será nomeada pela Comissão de Pós-Graduação, e constará das etapas abaixo:
a) prova de conhecimentos específicos;
b) proficiência em Inglês, avaliada através do desempenho na prova de inglês ou pela apresentação do certificado de proficiência em inglês;
c) análise de currículo;
d) análise do projeto;
e) apresentação de pelo menos um trabalho publicado, aceito ou no prelo em periódico especializado na área de atuação do candidato (somente para os candidatos a doutorado e doutorado direto).
f) arguição do projeto.

Os candidatos a Mestrado deverão obter nota igual ou superior a 7,0 (sete) em todos os itens acima, com exceção do item e, não aplicável. O item b é eliminatório; o item c é classificatório; os itens a, d, f, são eliminatórios e classificatórios.

Os candidatos a Doutorado deverão obter nota igual ou superior a 7,0 (sete) nos itens acima, com exceção do item a, não aplicável. Os itens b, e, são eliminatórios. Os itens c, d, f, são eliminatórios e classificatórios.

Os candidatos a Doutorado Direto deverão obter nota igual ou superior a 7,0 (sete) em todos os itens acima. Os itens a, b, e, são eliminatórios. Os itens c, d, f, são eliminatórios e classificatórios.

X. Da divulgação dos resultados, classificação e do número final de vagas

Os resultados do processo seletivo serão divulgados até o dia 29 de junho de 2017, e estarão disponíveis em www.mz.usp.br/resultados2017. Os critérios de julgamento são aqueles especificados no Regulamento do Programa, disponível em www.mz.usp.br/regulamento. A seu critério, a Comissão de Seleção poderá contatar o orientador comprometido na futura orientação do candidato antes de emitir seu parecer.

Para preenchimento das vagas com bolsa pelo programa será utilizada a classificação final dos candidatos, a partir das notas na(s) etapa(s) classificatória(s), respeitando o que já foi explicitado no item III referente à opção de vaga.

Caberá à Comissão de Seleção a decisão final sobre os candidatos que serão aprovados, embasada na classificação final e em outros critérios que possam ser estabelecidos. Desta forma, a Comissão de Seleção poderá aprovar o número exato de candidatos para as vagas ofertadas ou um número menor.

XI. Das Matrículas

Os candidatos aprovados nos exames de seleção serão convocados via correio eletrônico ou por telefone pelo Serviço de Apoio Acadêmico do MZUSP para efetivarem suas matrículas. Os candidatos aprovados poderão efetivar sua matrícula em até dois períodos de matrícula subsequentes, desde que haja disponibilidade de vagas junto ao orientador pretendido.
Código de campo alterado

XII. Recursos

Não caberá recurso em nenhuma instância da decisão final sobre o processo seletivo após a homologação dos resultados pela Comissão de Pós-Graduação do Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do Museu de Zoologia, quando estará dissolvida a Comissão de Seleção.

XIII. Casos omissos

Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Seleção e/ou pela Comissão de Pós-Graduação do Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do Museu de Zoologia.

XIV. Bolsas de Estudo

O Programa não tem compromisso de conceder bolsas de estudo aos alunos. Quando disponibilizadas pelas agências governamentais, as bolsas serão concedidas de acordo com a ordem de classificação dos candidatos selecionados. Quando houver disparidade de valores, as bolsas de maior valor serão concedidas aos primeiros colocados. Caso novas bolsas sejam disponibilizadas após o início do período letivo, sua concessão continuará seguindo a ordem de classificação dos candidatos. Em caso de desligamento, licença, trancamento ou não cumprimento de obrigações (ouvido o orientador), a bolsa do aluno será cancelada.
São Paulo, 02 de maio de 2017.
Aprovado pela Comissão Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, em 27 de abril de 2017.