MZUSP - Museu de Zoologia da USP
7.56.17 - Exposições

Abertas as inscrições para a seleção à vaga de Pós-Doutorado da Capes

No período de 08 a 22 de junho de 2017 estarão abertas as inscrições para o Processo Seletivo de Ingresso ao Programa Nacional de Pós-Doutorado (CAPES), da Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade do Museu de Zoologia.

A íntegra do Edital se encontra  a seguir:

INSCRIÇÕES PARA O PROCESSO SELETIVO DE INGRESSO AO PROGRAMA NACIONAL DE PÓS-DOUTORADO (CAPES) DO PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM SISTEMÁTICA, TAXONOMIA ANIMAL E BIODIVERSIDADE DO MUSEU DE ZOOLOGIA DA USP

O Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade, do Museu de Zoologia da Universidade de São Paulo, faz saber que estão abertas as inscrições para o processo seletivo e de admissão de doutor para o Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) MEC/CAPES, conforme instituído pela Portaria nº 86, de 3 de julho de 2013.

1. OBJETIVOS DA SELEÇÃO

O processo de seleção para a vaga no Programa Nacional de Pós-Doutorado (PNPD) MEC/CAPES tem por objetivo promover a inserção de pesquisadores brasileiros e estrangeiros em estágio pós-doutoral, reforçando os grupos de pesquisa nacionais.

2. DAS VAGAS

2.1. Será disponibilizada 1 (uma) vaga para ingresso, com bolsa de estudos do Programa Nacional de Pós-Doutorado MEC/CAPES (PNPD), com duração conforme definido no item 9 deste edital, nas seguintes áreas do conhecimento:  Sistemática de Invertebrados Marinhos, Ensifera, Caelifera, Isoptera,   Malacologia, Sistemática de Lepidoptera, Mamíferos, Répteis e Anfíbios, Coleoptera, Hemiptera, Sistemática de Insetos Aquáticos, Museologia em Ciências e Hymenoptera.

 3. DAS INSCRIÇÕES

3.1. Do período e do local

3.1.1. As inscrições deverão ser realizadas no Serviço de Apoio Acadêmico no período de 08 de junho a 22 de junho de 2017, das 10h às 12h e das 14:00h às 15:30h, de segunda a sexta feira, exceto nos dias de feriado ou ponto facultativo, na Avenida Nazaré, no. 481, Ipiranga, São Paulo, SP, telefone (11) 2065-8073 ou 2065-6674.

3.1.2. Serão aceitas inscrições enviadas pelo correio, desde que a postagem dos documentos seja realizada até o último dia previsto para a inscrição – que será comprovado pela data do carimbo postal – com aviso de recebimento e na modalidade de SEDEX. Até o dia 22 de junho, o candidato deverá encaminhar para o endereço de e-mail: pgmz@usp.br, mensagem eletrônica contendo seu nome completo e o código de registro de postagem, composto por 13 dígitos. Não será aceita por qualquer motivo a correspondência postal recebida após o dia 23 de junho de 2017. O envelope, contendo os documentos obrigatórios, deve ser endereçado ao:

Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade
(Processo de Seleção PNPD/CAPES) – A/C Sr. Omair Guilherme Tizzot Filho
Museu de Zoologia da USP
Av. Nazaré, 481 – Ipiranga, CEP: 04263-000, São Paulo, SP – Brasil

3.2. Da documentação necessária:

3.2.1. Para se inscrever no processo seletivo, o candidato deverá apresentar os seguintes documentos ao Serviço de Apoio Acadêmico:

a) Cópias do RG e CPF;
b) Cópia do Passaporte para os estrangeiros (se residente no Brasil, adicionar cópia do visto temporário);
c) Cópia do diploma de doutor ou atestado que comprove o título;
d) Currículo no formato CNPq/Plataforma Lattes documentado ou Foreign Researcher Curriculum Vitae (anexo III conforme Portaria CAPES nº. 086 de 03 de julho de 2013 – disponível no site http://www.capes.gov.br/bolsas/bolsas-no-pais/pnpd-capes), se estrangeiro;
e) Carta de apresentação manifestando e justificando o interesse pela bolsa e a escolha do Museu de Zoologia da USP para desenvolvimento do projeto;
f) Carta de anuência de um supervisor credenciado como orientador Pleno no Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade;
g) Projeto de pesquisa (1 via impressa e envio de arquivo pdf para o email: pgmz@usp.br) que poderá ser redigido em Português, Inglês ou Espanhol.

3.2.2. O projeto de pesquisa, com no máximo 10 (dez) páginas (excetuando-se as páginas de rosto, citações bibliográficas e os anexos), deverá ter:

I.    Caracterização do problema com plano de execução e metas a serem atingidas;
II.   Metodologia e estratégia de ação;
III. Resultados e impactos esperados e
IV. Espaçamento de 1,5, margens de 2,5 cm e fonte Times New Roman tamanho 12 com espaçamento padrão entre os caracteres.

4. DO PERFIL DO CANDIDATO

4.1. Ênfase será dada na produção científica do candidato. As metas a serem atingidas pelo candidato devem contemplar o fortalecimento do Programa de Pós-Graduação (PPG) por meio de atividades acadêmicas (p. ex. apresentação de palestras, participação no Fórum de Sistemática e Evolução, entre outras) e de publicações em coautoria com docentes e/ou estudantes do próprio PPG. Como resultados de médio e longo prazos, espera-se que as atividades desenvolvidas permitam: (1) capacitação profissional nas áreas mencionadas no item 2 deste Edital; (2) a melhoria das coleções do MZ/USP; (3) ampliar as colaborações e/ou convênios formais com instituições nacionais e estrangeiras; (4) melhoria da produção científica do PPG; (5) desenvolvimento dos grupos de pesquisa do PPG.

5. DOS REQUISITOS E ATRIBUIÇÕES DOS CANDIDATOS E BOLSISTAS

5.1. Os candidatos devem atender os seguintes requisitos obrigatórios:

I – possuir o título de doutor, quando da implementação da bolsa, obtido em cursos avaliados pela CAPES e reconhecidos pelo CNE/MEC. Em caso de diploma obtido em instituição estrangeira, este deverá ser analisado pelo Programa de Pós-Graduação;

II – disponibilizar currículo atualizado na Plataforma Lattes do CNPq ou, se estrangeiro, currículo com histórico de registro de patentes e/ou publicação de trabalhos científicos e tecnológicos de impacto e/ou prêmios de mérito acadêmico, conforme anexo deste Edital;

IV – não ser aposentado ou estar em situação equiparada;

V – O candidato pode se inscrever em uma das seguintes modalidades:
a) ser brasileiro ou estrangeiro residente no Brasil portador de visto temporário, sem vínculo empregatício;
b) ser estrangeiro, residente no exterior, sem vínculo empregatício;
c) ser docente ou pesquisador no país com vínculo empregatício em instituições de ensino superior ou instituições públicas de pesquisa.

§ 1º O candidato estrangeiro residente no exterior deverá comprovar endereço residencial no exterior no momento da submissão da candidatura.

§ 2º Professores substitutos poderão ser aprovados na modalidade “a” do inciso V, sem prejuízo de suas atividades de docência, após análise e autorização do Programa de Pós-Graduação.

§ 3º Os candidatos aprovados na modalidade “c” do inciso V deverão apresentar comprovação de afastamento da instituição de origem, por período compatível com o prazo de vigência da bolsa.

§ 4º Os candidatos aprovados na modalidade “c” do inciso V não poderão realizar o estágio pós-doutoral na mesma instituição com a qual possuem vínculo empregatício.

DO PROCESSO SELETIVO

6.1. O processo seletivo consistirá da análise do currículo, do projeto de pesquisa e da carta de apresentação.

6.2. O processo seletivo será desenvolvido sob a responsabilidade da Comissão de Pós-Graduação do Museu de Zoologia da USP.

6.3. Da análise curricular

6.3.1. O currículo receberá nota de 0,0 (zero) a 10,0 (dez), com peso na nota final de 4,0 (quatro). Na análise serão considerados os artigos publicados, aceitos e submetidos para publicação.

6.4. Da análise do projeto

6.4.1. O projeto receberá nota de 0,0 (zero) a 10,0 (dez), com peso na nota final de 4,0 (quatro). Na análise serão considerados os seguintes itens:

a) aderência do tema de pesquisa à missão do Programa de Pós-Graduação em Sistemática, Taxonomia Animal e Biodiversidade, além de sua pertinência com base nos acervos científicos do Museu de Zoologia da USP;

b) a exequibilidade do projeto no prazo estabelecido no item 9.

6.5. Da análise da carta de apresentação

6.5.1. A carta de apresentação receberá nota de 0,0 (zero) a 10,0 (dez), com peso na nota final de 2,0 (dois). Na carta de apresentação devem ser manifestados e justificados o interesse do candidato pela bolsa e a escolha do Museu de Zoologia da USP para desenvolvimento do projeto.

7. DO RESULTADO FINAL

7.1. O resultado final do processo seletivo dar-se-á pela média das notas obtidas nos quesitos currículo (peso 4), projeto (peso 4) e carta de apresentação (peso 2).

7.2. A divulgação do candidato aprovado no processo de seleção estará disponível no Serviço de Apoio Acadêmico, localizado na Avenida Nazaré, no. 481, Ipiranga, São Paulo, SP, e pela internet, no site www.mz.usp.br.

8. DOS BENEFÍCIOS ABRANGIDOS NA CONCESSÃO DAS BOLSAS

8.1. As bolsas concedidas no âmbito do PNPD consistem em pagamento de mensalidade para manutenção do bolsista, no valor fixado pela CAPES de R$ 4.100,00, observada a duração das bolsas, constante no item 9 deste edital.

9. DA DURAÇÃO DA BOLSA

A bolsa terá duração de 18 meses, sem possibilidade de renovação.

10. DAS OBRIGAÇÕES DO BOLSISTA

I – elaborar Relatório de Atividades Anual a ser submetido à aprovação do Programa de Pós-Graduação e encaminhar Relatório Final em até 60 (sessenta) dias após o encerramento da respectiva bolsa;

II – dedicar-se às atividades do projeto;

III – restituir à CAPES os recursos recebidos irregularmente, quando apurada a não observância das normas do PNPD, salvo se motivada por caso fortuito, força maior, circunstância alheia a sua vontade ou doença grave devidamente comprovada e fundamentada. A avaliação dessas situações fica condicionada à análise e deliberação pela Diretoria Executiva da CAPES, em despacho fundamentado;

IV – assinatura e entrega na Coordenação do Programa de Pós-Graduação do Termo de Compromisso (conforme Anexo II. a – Portaria CAPES nº. 086 de 03 de julho de 2013 – beneficiário de bolsa, aprovada conforme item 5, inciso V, alínea “a”) ou (conforme Anexo II.b – Portaria CAPES nº. 086 de 03 de julho de 2013 – beneficiário de bolsa, aprovada conforme item 5, inciso V, alínea “b”) ou (conforme Anexo II.c – Portaria CAPES nº. 086 de 03 de julho de 2013 – beneficiário de bolsa, aprovada conforme item 5, inciso V, alínea “c”). (disponível no site http://www.capes.gov.br/bolsas/bolsas-no-pais/pnpd-capes).

11. DA SUSPENSÃO DA BOLSA

11.1. A suspensão da bolsa ocorrerá nos seguintes casos:

I – doença grave que impeça o bolsista de participar das atividades previstas;

II – realização de atividades relativas ao PNPD no exterior, pelo período máximo de 12 meses, caso receba outra bolsa.

§ 1º A suspensão pelos motivos previstos no inciso I deste artigo não será computada para efeito de duração da bolsa.

§ 2º A suspensão pelos motivos previstos no inciso II deste artigo será computada para efeito de duração da bolsa.

§ 3º Para o beneficiário que solicitar afastamento temporário para realização de atividades relativas ao PNPD no exterior, pelo período máximo de 12 meses, não haverá suspensão dos benefícios da bolsa, caso não receba outra bolsa.

§ 4º Para a beneficiária que solicitar o afastamento temporário das atividades acadêmicas pela ocorrência de parto durante o período de vigência do respectivo benefício, não ocorrerá à suspensão dos benefícios da bolsa, observada norma específica da CAPES.

§ 5º É vedada a substituição de bolsista durante a suspensão da bolsa.

12. DO CANCELAMENTO DE BOLSA E SUBSTITUIÇÃO DE BOLSISTAS

12.1. A bolsa poderá ser cancelada pela CAPES ou Programa de Pós-Graduação a qualquer tempo por infringência à disposição deste Edital ou Portaria n. 086, de 03/07/2013/CAPES, ficando o bolsista obrigado a ressarcir o investimento feito indevidamente em seu favor, de acordo com a legislação federal vigente, e impossibilitado de receber benefícios por parte da CAPES pelo período de até cinco anos, contados do conhecimento do fato, sem prejuízo das demais sanções administrativas, cíveis e penais.

12.2. O bolsista poderá ser substituído no âmbito do Programa de Pós-Graduação, a qualquer tempo, em casos de desempenho insuficiente, desistência, abandono, interrupção ou finalização da vigência da bolsa ou projeto. Nestes casos, a substituição do bolsista deverá ser precedida do cancelamento da bolsa vigente e cadastramento posterior do novo bolsista PNPD, conforme classificação no presente certame.

Parágrafo Único – A substituição de bolsista requererá a apresentação de Relatório de Atividades referente ao tempo de vigência da bolsa.

13. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS

13.1. A interlocução com a CAPES deverá ser feita apenas por intermédio do Coordenador do Programa de Pós-Graduação, respaldado pela Pró-Reitoria de Pós-Graduação da USP.

13.2. É vedado o acúmulo da percepção de bolsa com qualquer modalidade de bolsa de outro programa da CAPES, de outra agência de fomento pública, nacional ou internacional, empresa pública ou privada, ou ainda com o exercício profissional remunerado, ressalvadas as exceções previstas no item 5 ou expressa permissão em norma específica baixada pela Capes.

13.3. As cotas de bolsas PNPD passarão a seguir as regras estabelecidas neste Edital e pela Portaria n. 086, de 03/07/2013 da CAPES, ficando revogadas todas as disposições contrárias.

13.4. O Museu de Zoologia da USP não se responsabiliza pela continuidade do programa ou mesmo a concessão da bolsa de estudos ou de quaisquer outras despesas decorrentes do presente processo seletivo, sendo de exclusiva responsabilidade do governo federal (CAPES e MEC) e do candidato.

13.5. O prazo de validade do presente edital será de 6 (seis) meses, podendo ser renovado uma única vez por igual período.

14. DO CRONOGRAMA DE ATIVIDADES

ATIVIDADES DATAS

Período das inscrições 08/06 a 22/06/2017
Homologação das inscrições até 26/06/2017
Resultado final até 29/06/2017
Entrega da documentação necessária para implementação da bolsa até 30/06/2017

15. DOS CASOS OMISSOS

15.1. Os casos omissos serão resolvidos pela Comissão de Pós-Graduação do Museu de Zoologia da USP.

Aprovado pela Comissão de Pós-Graduação do Museu de Zoologia em reunião realizada em 01 de junho de 2017.