MZUSP - Museu de Zoologia da USP
+ Pesquisa e Coleções

Estação Biológica de Boracéia

A Estação Biológica de Boracéia (E.B.B.) foi criada pelo Decreto-lei nº 23.198 de 16 de março de 1954. Inclui cerca de 40 alqueires (96 ha) e está situada dentro de uma reserva de 6.800 alqueires (16.450 ha) de matas primárias de uma reserva protetora de mananciais (Adutora do Rio Claro, SABESP), a cerca de 110 km da cidade de São Paulo, no município de Salesópolis.

Por sua localização privilegiada dentro do domínio da Floresta Atlântica, sempre atraiu, mesmo antes de sua instalação, a atenção de inúmeros pesquisadores, tanto da área zoológica quanto da botânica.

Um resumo das atividades aí realizadas, até o ano de 1957, pode ser encontrado no trabalho de Travassos Filho e Camargo (Arquivos de Zoologia, S. Paulo, 11:1-21, 1958).

A Estação teve origem em 1938 como Estação Experimental de Quina, do Instituto Agronômico de Campinas, SP. A partir de 1941, iniciaram-se as excursões zoológicas à área, empreendidas principalmente por pesquisadores do então Departamento de Zoologia da Secretaria da Agricultura (atualmente, Museu de Zoologia/USP).

Em 1952, o Instituto Agronômico deu por terminadas suas atividades de plantio de quina.

Em 1954, a área foi transferida para o Departamento de Zoologia para constituir a “Estação Biológica de Boracéia”, tendo por finalidade a execução de pesquisas biológicas em geral.

Chefe da Seção de Apoio à EBB
Telefone: (55) (11) 2065-8125

Próximos eventos
Últimas notícias